Mark Farner @ Carioca Club – São Paulo (01/05/2017)

Um monstro sagrado do Rock ‘n’ Roll em terras brasileiras, e pela terceira vez,  sendo a última na Virada Cultural de 2016, e dessa vez no feriadão reservado ao dia do trabalho a lenda voltou ao Brasil.

Texto: Geane S. Borges

Fotos: Marcos Cesar ” Bullino.Inc”

Álbum de fotos exclusivo: Click Aqui

O Grand Funk Railroad é uma lenda do Hard Rock no final dos anos 60 e começo dos anos 70. Influenciando toda uma geração como Eddie Van Halen , Kiss e outras lendas e vale sempre lebrar do fato do Grand Funk ter sido expulso da Tour em conjunto com o Led Zepellin por estarem fazendo mais sucesso que a banda que fecharia a noite.

A banda formada por Lawrence Buckner no baixo, Hubert ( The H-Bomb ) Crawford na bateria e Karl Propst nos teclados além do Homem, a lenda Mark Farner colocaram a mostra no Carioca Club a alma do Grand Funk, que lotava arenas ao redor do Mundo.

Um bom público compareceu ao Carioca e no horário marcado começou com a frenética “Are You Ready” do álbum On Time de 1969, que fez todos cantaram e bem alto juntos, e não era difícil encontrar alguns senhores com os olhos em lágrimas de escutar pela primeira vez com a voz do ídolo, na sequencia “Rock & Roll Soul” esse do LP Phoenix de 1972, 45 aos atrás e continua grandiosa, e “Footsompin Music” termina a primeira trinca de sucessos e uma pausa para respirar agradecendo todos e dizendo como é bom estar de volta ao Brasil.

A excepcional “We’re An American Band” de 1973 continua atual, e ver a energia daquele senhor de 70 anos que no palco é o lugar preferido dele, põe no bolso, um bando de rockeirozinho “nutella” que temos hoje, a presença de palco dele é um show a parte, um carisma impar, pedindo para todos cantarem junto e lógico que conseguia, e quem tinha dúvida se ele é uma lenda ou não já nessa altura se rendia e ovacionava Mark Farner.

Uma balada quebraria a energia rock daquele momento, com Mark Farner claro que não e tivemos a belíssima “Bad Times” para depois termos três música para ele detonar na guitarra, “Aimless Lady“, “Time Machine” e o clássico “Paranoid“, não o do Sabbath, o Grand Funk também tem sua paranoia…bem bluseiras mostrando como é ser um músico com quase 50 anos de carreira e domínio completo do palco.

Após “Shinin’ On”, outra com pega bem blues, e que varia bem de ritmo, e claro que estamos falando de ” “Intro de Sun”, e os clássicos do Grand Funk Railroad vinha atrás o outro, “All You’ve Got Is Money“, “Creepin‘” e “Sin’s a Good Man’s Brother”, tudo perfeito num show de quebrar qualquer queixo.

Todos nós temos nossos ídolos e lendas, Mark Farner também e homenageou seu idolo e irmão Chukc Berry  com “Sweet Little Rock and Roller“, que homenagem fantástica. Por várias vezes Mark Farner lembrou do Rock ‘n’Roll apontando para a platéia pois ali estava a verdadeira alma do Rock, os fãs, que agitam e comparecem aos eventos, até nas falas entre os músicos era uma verdadeira aula de atitude e como se portar em um palco.

Mark Farner vai atrás e brinca de um pequeno solo cm seu baterista e ele na percussão que inclusive quebrando as baquetas, e voltando ao palco, perguntando quem queria dançar, quando temos a intro de bateria da fantástica “The Loco-motion” regravada várias vezes, nos mais diversos estilos, fez a festa de todos, e vamos continuar dançando e cantando e mais hits, agora com “Some Kind of Wonderful” e finalizaram com a viajante e única “I‘m Your Captain (Closer to Home)” quando todos cumprimentam a platéia e saem do palco.

Muitos queriam o bis que não veio, afinal o tempo de saída poderia ser precioso e uma música ficar de fora, então quebrando mais essa regra Mark Farner foi brilhantes e deixando sucessos como Heartbreaker de fora e trazendo outros que ainda não havia tocado no Brasil e só Deuses do Rock tem esse poder, finalizando um feriadão e nem parecia que era segunda feira e algumas horas depois todos estariam no trabalho.

Mark Farner venha mais vezes, nós o saudamos. Gênio! Gênio! Gênio

  1. Are You Ready
  2. Rock & Roll Soul
  3. Footstompin’ Music
  4. We’re an American Band
  5. Bad Time
  6. Aimless Lady
  7. Time Machine
  8. Paranoid
  9. Shinin’ On
  10. Into the Sun
  11. All You’ve Got Is Money
  12. Creepin’
  13. Sin’s a Good Man’s Brother
  14. Sweet Little Rock and Roller
  15. Ohio
  16. The Loco-motion
  17. Some Kind of Wonderful
  18. I’m Your Captain (Closer to Home)

 

Mais fotos? Click aqui e veja nosso álbum exclusivo

Banda(s) / Artista(s):

Tags: Mark Farner

Comentários:

Sobre o autor:

Marcos Cesar de Almeida:
"Metaleiro das antigas" ou Tiozinho dos shows, Torcedor do Monte Azul, ouço todas as vertentes do Metal, Hard, folk, death, THrash, tendo distorção e bem feito tá valendo. Twiter : @BULLINO

já escreveu 1847 artigos para a Ilha do Metal.