Gangrena Gasosa @ Sesc Belenzinho – São Paulo/SP (08/09/2017)

GANGRENA GASOSA @ SESC BELENZINHO – SÃO PAULO/SP (08/09/2017)

IM:BR = GG:SP  é desta forma que eu defino matematicamente a apresentação da banda carioca mais paulistana dos últimos anos.

Texto: Jow Theodoro / Fotos: Bullino Inc.

O Gangrena Gasosa sempre foi uma banda ativa nas mídias sendo um verdadeiro ícone do underground nacional e para celebrar a estréia do novo vocalista  Eder “Omulú” Santana (que foi selecionado através de um concurso promovido através das redes sociais (The Voice Gangrena)),  nada como se apresentar em um local com estrutura profissional e muito conforto  aos seus frequentadores (SESC Belenzinho). 

21h30 as luzes se apagam e as entidades  máximas (e únicas) do saravá metal sobem ao palco , ovacionados pelo animado público presente.   O show se inicia com a faixa título do último álbum “Se Deus é 10 Satanás é 666″   seguido por “Black Velho” e “Surf Iemanjá”  , com apenas estas 3 porradas foi possível perceber a desenvoltura do novo Omulú , que além de total entrosamento com a banda ainda mostrou alcance considerável nos vocais, lembrando até mesmo Tom Araya, aquele mocinho do SLAYYYYYYYYYYYER!!

Ano impar é ano de Rock in Rio, mas desta vez Iron Maiden não virá ao Brasil , mas independente disso “Quem Gosta de Iron Maiden Também Gosta de KLB”  agitou o público, como sempre faz, e fez também todos cantarem  “Terreiro do Demanche”  e   “Welcome to Terreiro”  . 

O som estava perfeito, aquele pleonasmo falando de Som e Luz no Sesc, pleonasmo seria aquilo, de subir pra cima, descer pra baixo etc…)  atabaques, guitarra, bateria  e baixo soando em sintonia com a adrenalina do mais carismático (e teatral)  frontman do underground  !!   “Hardcore Gangrena / D F C”,    ” Cambonos from Hell” e a nova  “Carnossauro Diet” , que já havia sido executada na apresentação da banda em maio último,.

Apresentação com muito peso e brutalidade mostrando aos presentes de que aquilo que se faz em estúdio se faz também ao vivo  ,  o show deu sequência com “Eu Não Entendi Matrix” , a inédita “ Gente Ruim Só Manda Lembrança Pra Quem Não Presta”  que será o título do novo álbum a ser lançado ainda este semestre e “Artimanhas do Catiço” também marcaram presença e estrearam na Zona Leste Paulistana

Ao som dos atabaques de “exú arranca toco” (Um clássico absoluto nos principais terreiros)  a banda executa as músicas mais pesadas de seu repertório e últimas apresentações ,  “Exú Noise Terror”  e o trica ferro “Matou a Galinha e Foi ao Cinema/Afirma Seu Ponto/Headbanger Voice”  , seguida por   mais uma que estará no novo álbum “Encosto”    .   Com “Benzer Até Morrer / Kurimba Ruim”  a resposta do público foi imediata  , trazendo transtornos aos seguranças que tentavam, sem muito sucesso, controlar alguns fans mais empolgados. 

“Terno do Zé” ,  “Saravá Metal” e a não programada , e quase esquecida nas apresentações, “Fist Fuck Agrédi”  mostraram o quanto o Gangrena não é uma banda “engessada” como acontece com a grande maioria dos atuais artistas da música.    

Na reta final  da apresentação, com a tradicional chuva de oferendas,  tivemos “Despacho From Hell” , “Centro do Pica-pau Amarelo” , o clássico “Chuta que é Macumba” e melhor música da banda (em minha opinião) que além de ser pesada, retrata a realidade do trabalhador brasileiro   “A Supervia Deseja a Todos uma Boa Viagem”   com um coro de ” Satanás” de fazer o caipiroto se ajoelhar e louvar ao publico presente… tamanha brutalidade no coro.

Ao anunciar que o público teria o prazer de ouvir  mais 2 músicas não previstas, por pouco o Sesc não veio abaixo.    ” Centro do Pica-pau Amarelo” e “Surf Iemanjá”  finalizaram o setlist, com Zé Pelintra e Omulú se atiraram ao público promovendo o verdadeiro e sem frescuras “Meet & Greet” , atendendo a todos que alí solicitassem, e chupa bandas gringas que tocam em buteco e cobram por um autografo…

O ponto negativo do show, foi a ausência de algumas músicas como “Minha Sinceridade é Humanitária” , “Pegue Santo or Die”  e “Troops of Olodum”  , mas quem sabe no DVD comemorando os 30 anos teremos estas e muitas outras !! 

GRANGRENA GASOSA O MELHOR SHOW DE METAL DO BRASIL ATUALMENTE

Para quem teve curiosidade na fórmula matemática, depois desta apresentação posso afirmar que IM:BR = GG:SP ……… Iron Maiden  está para o Brasil, assim como Gangrena Gasosa está para São Paulo
 
Gangrena Gasosa: 
Exú Caveira (Minoru) Guitarra
Exu Mirim (Renzo): Bateria
Exu Tranca (Diego) Bass
Omulú (Eder Santana) Vocals
Pomba Gira (Gê Gaizeu) : Percussão
Zé Pelintra (Ângelo)  : Vocais 

Setlist:
1. Se Deus é 10 Satanás é 666
2. Black Velho
3. Surf Iemanjá
4. Quem Gosta de Iron Maiden Também Gosta de KLB
5. Terreiro do Demanche
6. Welcome to Terreiro
7. Hardcore Gangrena D F C
8. Cambonos from Hell
9. Carnossauro Diet
10. Eu Não Entendi Matrix
11. Gente Ruim Só Manda Lembrança Pra Quem Não Presta
12. Artimanhas do Catiço
13. Exú Noise Terror
14. Matou a Galinha e Foi ao Cinema/Afirma Seu Ponto/Headbanger Voice
15. Encosto
16. Benzer Até Morrer / Kurimba Ruim
17. Terno do Zé
18. Saravá Metal
19. Fist Fuck Agrédi
20. Despacho From Hell
21. Centro do Pica-pau Amarelo
22. Chuta que é Macumba
23. A Supervia Deseja a Todos uma Boa Viagem
24. Centro do Pica-pau Amarelo
25. Surf Iemanjá