Woslom @ Espaço Som – São Paulo/SP (27/08/2014)

Enquanto pessoas em nosso país continuam por depreciar o Metal fabricado em nossas terras optando por valorizar o que é oriundo do exterior (mesmo não sendo bom muitas vezes), há músicos que se importam em fazer sua música com honestidade e competência ao melhor estilo “Do It Yourself” para de fato fazer as coisas andarem. Assim que os paulistanos do Woslom trilham seu caminho desde 1997 elevando o Thrash Metal um nível acima.

Texto: José Antonio Alves
Fotos: Marcos Cesar

Depois do aclamado “Time To Rise” e do trabalhado “Evolustruction”, o grupo que conta com Silvano Aguilera (vocal/guitarra), Rafael Iak (guitarra), Fernando Oster (bateria) e André Melhado (baixo) deu mais um passo importante em sua trajetória com o lançamento do DVD “DestrucTVision” na noite de quarta-feira, 27 de agosto, no Espaço Som, em São Paulo. Conferimos este lançamento e contamos o que de melhor rolou nas próximas linhas.

Woslom 010

Atrações não faltaram. Desde um caricaturista fazendo um excelente trabalho para os presentes com desenhos fantásticos, até a jibóia usada no vídeo da música “Evolustruction”. Sim, ela também esteve presente, e chamou a atenção daqueles que não tiveram receio de ter contato com  a serpente.

Com pontualidade, Dewwytto Dedivitis, do canal Planno D, tratou de apresentar o evento contando um pouco do que se tratava “DestrucTVision”: um trabalho com uma série de vídeos para todas as músicas de “Evolustruction”, com videoclipes e lyric videos, além de alguns bônus. Vale acrescentar a bela arte da capa criada pelo artista Marcio Aranha.

Woslom 019_1

Pouco depois foi a hora dos presentes conferirem uma prévia do que estaria presente no DVD. Com trechos de alguns lyric vídeos e dos clipes de “Evolustruction” lançados até aqui, o destaque ficou mesmo para a estréia do clipe de “Purgatory”, uma das ótimas faixas do segundo álbum da banda. Reforçamos o excelente trabalho neste vídeo que sem dúvidas merece figurar entre os grandes clipes de bandas nacionais lançados em 2014.

Usando imagens que nos remetiam a qualidade de VHS´s antigos, as imagens pareciam até extraídas daquele vídeo da Samara Morgan do filme “O Chamado”, com cenas perturbadoras mescladas com os membros da banda tocando. Interessante observar que algo mais old school em termo de vídeo ainda consegue nos surpreender em meio ao enorme leque de opções existentes hoje.

Woslom 027_1

Para fechar a noite, um pocket show da banda apresentando um setlist bastante especial para os presentes. Começando pela obrigatória “Time To Rise”, e chegando na nova ”Haunted By The Past”, o grupo mostrou entrosamento com o mais recente membro do grupo André Melhado, aliás, o rapaz não se intimidou e podemos dizer que “maltratou” no bom sentido seu baixo com muita pegada e disposição.

Neste show houve espaço para alguns covers, e o primeiro deles foi “The Famous Unknown”, do Ancesttral, mostrando o quanto a banda valoriza outros grupos de nosso país. Na sequencia, veio uma versão mais “Thrash” de “Egypt”, do Mercyful Fate, matadora por sinal, com uma roupagem “Woslom” que se encaixou muito bem. Outra banda brazuca, o Mad Dragzter, esteve representada com o cover da faixa “Breakdown”.

Woslom 080_1

Ainda rolaram “The Deep Null”, revisitando o álbum “Time To Rise”, “Breathless (Justice’s Fall)” e “Purgatory” para fechar o evento com chave de ouro e com agradecimentos da banda que se prepara para partir em setembro para sua terceira (sim!!) turnê européia que desta vez passará por países como Alemanha, Holanda, Bélgica, Rússia, entre outros.

O sentimento ao término do evento era de mais um passo dado. Com muitos amigos presentes, inclusive de várias outras bandas do cenário nacional, o Woslom nos deixa com a sensação de quero mais, mas com dever cumprido. O Espaço Som possui uma boa infra-estrutura para eventos deste porte, e o som em nenhum momento deixou a desejar.

Woslom 035_1

Não é fácil sobreviver em uma cena em que por vezes os músicos se defrontam com inúmeras dificuldades, seja por locais e aparelhagem não adequados, falta de público ou mesmo a própria falta de apoio de muitas bandas que deveriam ser parceiras na dita “cena”, mas que acabam por optar por concorrer entre si.

Por outro lado é gratificante ver que alguns grupos conseguem atingir um nível de excelência tão bom que despertam os olhares de fãs também em outros países (chegando ao ponto de valorizarem mais que alguns ditos “apoiadores de internet” no país natal). Que venham outros vários lançamentos do Woslom, que presta um grande serviço ao nosso país nos representando com muita garra e energia.

Setlist:

1. Time To Rise
2. Haunted By The Past
3. The Famous Unknown (Ancesttral cover)
4. Egypt (Mercyful Fate cover)
5. The Deep Null
6. Breathless (Justice’s Fall)
7. Breakdown (Mad Dragzter cover)
8. Purgatory

 

Woslom 014_1

 

Woslom 051