Um pouco mais sobre Ronnie James Dio

Hoje vou falar um pouco sobre como o Dio era como pessoa afinal, todo mundo já conhece sua grande carreira musical. Passou uma semana desde a a triste notícia sobre a morte do mestre Dio e o que andaram falando sobre ele na mídia não me agradou nem um pouco. Um ser disse que o mestre era ridículo, parte dessa afirmação foi feita porque o nosso mestre, que morreu com 67 anos, ainda cantava sobre o bem e o mal e sobre histórias fantasiosas. Esse tipo de coisa é comum no Heavy Metal e bom prefiro ouvir isso até ficar velho do que ficar escutando “baby baby” toda hora nas músicas pop.
Agora vamos ao que realmente importa, o Dio nos palcos não era daqueles vocalistas super animados que ficavam pulando sem parar e dançando, ele apenas falava com o público de forma cordial, interagia muito bem com o público e encantava a todos com a sua poderosa voz. Confira você mesmo o que eu disse nesse vídeo:

Até mesmo quando um fã invadiu o palco ele se manteve a mesma pessoa. Tem artistas no mundo do rock que teriam tido um “ataque de estrelismo” e parado o show.
Muitos não sabem mas foi o Dio que introduziu o sinal dos dedos levantados em forma de “chifre”, aliás foi esse o fato que mais foi mais enfatizado pela mídia em geral quando falaram do mestre e como eu já esperava, falaram bobagem. Na edição 2166 da Veja escreveram o seguinte: “…Dio popularizou o gesto que, originado de rituais satânicos passou a simbolizar a rebeldia sem causa dos adeptos do Heavy Metal: mindinho e indicador levantados formando um chifre…”(eu me pergunto de onde tiram essas coisas).
No vídeo abaixo, Dio em muito educado e brincalhão fala sobre de onde ele tirou o gesto, ele viu seus avós fazerem para se proteger contra “mal-olhado” e introduziu no Heavy Metal tempos depois fazendo ele se tornar popular entre os fãs. Dio aparece falando sobre isso por volta dos 37 minutos documentário Metal: A Headbanguer Journey:

Para terminar venho pedir para vocês ficarem atentos aos futuros lançamentos em homenagem ao Dio, muita gente vai tentar fazer dinheiro em cima da morte dele, saibam escolher os certos.

R.I.P Dio.