The Iron Maidens @ Estúdio M São Paulo/SP

Todos sabem que as músicas compostas pelo Iron Maiden são hinos para os amantes da música pesada e não importa onde sejam tocadas a grande maioria saberá cantá-las de ponta a ponta. Com as músicas de sucesso garantido faltava um grande show e isso as meninas do The Iron Maidens sabem muito bem como fazer!

Para esquentar o público a banda Metal Attack  apresentou um repertório cheio de clássicos dos anos 80 de bandas como AC/DC, Kiss, DIO, Rainbow, entre outros. Por serem clássicos imortais todos lá sabiam cantar e acompanharam a banda que tocou com perfeição todas as músicas.

Era vez das donzelas de ferro entrarem no palco, mas antes os equipamentos precisa ser arrumados e são as próprias meninas da banda que fazer isso. Nesse momento que os flashes começaram a perseguir a bela guitarrista Cortney Cox, foi ela abaixar para arrumar os pedais e mostrar sem querer uma parte da roupa de baixo que todas as máquinas fotográficas se voltaram para ela. Com tudo pronto era hora do show começar, seguindo o ritual dos shows do Iron, a música Doctor Doctor do UFO começou a sair das caixas de som, as cortinas se levantaram e uma a uma as integrantes tomaram suas posições no palco.

Linda McDonald também conhecida como “Nikki McBurrain” na bateria,

Courtney Cox também conhecida como “Adriana Smith” na guitarra,

Satomi Suzuki na outra guitarra,

Wanda Ortiz também conhecida como “Steph Harris” no baixo,

E Kirsten Rosenberg também conhecida como “Bruce Chickinson” na voz.

Logo de cara vale destacar a produção do palco que contava atá com fumaça saída de extintores colocados a frente da bateria que disparava nos momentos certos do show. A primeira da noite foi “Aces High” que mostrou para a banda todo o calor e loucura pelo qual o público brasileiro é conhecido mundialmente. O show seguiu com “2 Minutes to Midnight” e “Wasted Years” que contou com a participação do Eddie de “Somewhere In Time” no palco.

Após “Die With Your Boots On” e “The Wicker Man” veio “Flight of Icarus” que contou com mais um convidado inusitado que apareceu trazendo uma bandeja com um cérebro e oferecendo “pedaços da mente” para todos os presentes.

A banda tem uma energia tão grande quanta a verdadeira e o lugar menor proporciona um show até mais legal já que as meninas são muito boas, tem presença de palco, interagem muito bem com o público e tocam perfeitamente. Outro ponto a favor delas são os efeitos de palco elas tentam fazer de tudo para ficarem parecidas com o original. Em “The Trooper”  a Bruce Chickinson aparece com a tradicional roupa vermelha e uma bandeira do Brasil.

Com a banda devidamente apresenta elas tocam “The Number of the Beast” que teve sua introdução proclamada por todos e com luzes vermelhas tomando o palco a besta surge para “assustar” a todos.

O show ficava cada vez melhor a cada música e a sequência final foi matadora,”Phantom of the Opera”, “Moonchild”, “The Evil That Men Do” e “Run to the Hills” que fechou o show de forma espetacular com muita fumaça e mais um Eddie.

Se elas voltarem para fazer mais shows no Brasil não perca, vale muito a pena vê-las ao vivo, elas são belas e sabem com fazer um show de metal! Pena  que não teve bis.

Setlist:

Aces High
2 Minutes to Midnight
Wasted Years
Die With Your Boots On
The Wicker Man
Flight of Icarus
Killers
Caught Somewhere in Time
Wrathchild
22 Acacia Avenue
The Trooper
The Number of the Beast
Phantom of the Opera
Moonchild
The Evil That Men Do
Run to the Hills

CLIQUE AQUI PARA VER A GALERIA COMPLETA DE IMAGENS COM MAIS DE 60 FOTOS