The Brazilian Way Tour (Skiltron, Dark Whisper e SkaldicSoul)

Dia 18 de dezembro de 2010 foi à noite de mais uma “noite celta” no Blackmore bar em São Paulo, esse tipo de evento vem se tronando cada vez mais comum e ocupando um espaço cada vez maior na cena metálica. Os incumbidos de entreter o público nessa noite foram os argentinos do Skiltron e do Dark Whisper e os paulistas do SckaldicSoul.

CLIQUE AQUI PARA CONFERIR A GALERIA COMPLETA DE IMAGENS

O SkaldicSoul, que está com a promessa de lançar CD no primeiro trimestre do ano que vem, foi a primeira a entrar no palco, a banda vem colecionando apresentações em São Paulo e dá para notar a evolução dos caras que estão cada vez melhores. Eles tocaram algumas músicas próprias, mas no final das contas sempre “são alugados” pela platéia para tocar covers de bandas como Turisas, Tyr. E foi com um cover do Ensiferum (Iron) que eles fecharam sua excelente apresentação.

Alguns minutos depois foi à vez do Dark Whisper, que estava perdida no tema da noite já que pratica um Ghotic Metal. A banda começou com uma breve introdução e então as duas belas vocalistas entraram no palco. A banda possui grandes músicos e muito bem entrosados, principalmente as duas vocalistas que combinavam movimentos em algumas músicas. No começo, o público não estava ligando muito para a apresentação da banda, mas aos poucos a banda foi conquistando as pessoas que no final estavam aglomerados na frente do palco. Destaques para os covers de Monolith of Doubt (After Forever), Symphony of Destruction (Megadeth), Esmerald Sword (Rhapsody) e para as autorais Opened Doors e Never The Same Again.

Chegava hora do Skiltron, que começou a ser notado em nosso país após a turnê com o Korpiklaani. A banda vem divulgando seu terceiro disco de estúdio, ”The Highlandy Way” e foi com as duas primeiras faixas desse CD que o show se iniciou a envolvente “Bagpipes of War” e “Between My Grave And Yours” que possui um refrão marcante. O vocalista Diego Valdez interage bem com o público conversando e fazendo com que todos participem do show. Em uma dessas conversas o “pequeno vocalista” de quase 2 metros disse que tinha um filho brasileiro e apontou para o guitarrista Lui do SkaldicSoul convidando-o para cantar “Fast and Wild” junto com a banda. Ao total a banda apresentou 7 faixas no novo disco, “The Bonfire Alliance” e “Join The Clan” mostraram grande potencial ao vivo.

A dupla de guitarras com Emillio Souto e Juan José é muito bem entrosada, o baterista Matias Pena, que também é responsável pelo design das roupas, quebra tudo lá trás, o baixista Fernando Marty é mais calmo e não mostra expressões diferentes durante o show, mas é preciso no seu instrumento, já Pablo Allen que toca o Tin Whistle e a Gaita de Fole ficou escondido no fundo do palco estralando em partes marcantes como na emocionante “Calling Out” ou na música “Skiltron” que fez com que o Blackmore agitasse ainda mais.


As duas últimas foram “By Sword And Shield” e “Gathering The Clans” que fechou com chave de ouro o show provando o fato do Skiltron ser considerado uma das melhores bandas de Folk Metal da América.

Set List
1. Bagpipes Of War
2. Between My Grave And Yours
3. The Beheading
4. One Way Journey
5. Fast And Wild
6. A Last Regret
7. Praying Is Nothing
8. Calling Out
9. Awaiting Your Confession
10. Storm In Largs
11. Hate Dance
12. Pagan Pride
13. The Bonfire Alliance
14. Skiltron
15. Coming From The West
16. Join The Clan

17. By Sword And Shield
18. Gathering The Clans