Raimundos @ Sesc Belenzinho – São Paulo/SP (06/02/2015)

Em 1994 com o mundo sendo invadindo pelo estilo Grunge dando uma nova cara ao Rock mundial, com bandas como Pearl Jam, Soundgarden, Mudhoney, Nirvana entre outros, o pop rock nacional  estava se reformulando e uma banda em especial, trouxe uma cara nova  e a partir dali seria marcante na música brasileira influenciando gerações que viriam depois.

Álbum de fotos: Facebook

Angra e Raimundos 268_1

A banda Raimundos fundada em Brasília, conseguiu através do seu hardcore uma abrangência máxima na mídia,mesmo  com sua agressividade e bem diferente do pop que se fazia na época, já que até hoje o hardcore não é parte do maisntream e a banda se tornou sucesso de público, crítica e de venda de CD’s com participação constante em quaisquer programas onde tinha música na TV brasileira mesmo com suas letras fortes para a época e também até engraçadas e com isso a banda atingiu a todos, e vale lembrar que através do sucesso  de sua demo o Raimundos participou do M2000 Festival que passou por várias cidades na primeira passagem do Mr. Big pelo Brasil pouco antes deste primeiro CD a ser lançado.

O sucesso do primeiro CD era algo previsto  e hoje vinte e um  anos depois, o clássico lançamento recebeu uma homenagem no Projeto Álbum  do SESC Belenzinho onde a banda é convidada para tocar o disco na íntegra na mesma ordem que o ouvinte escutou no lançamento. O Raimundos passou por várias formações desde então, passando por fases boas e outras sem o devido reconhecimento por parte da mídia, e que ultimamente após o lançamento do último CD Cantigas de Roda, produzido por Billy Graziadei do Biohazard, a banda   vem retornando ao seu lugar de destaque na música brasileira, tendo inclusive aberto a turnê do Foo Fighters que passou recentemente pelo nosso país.

Angra e Raimundos 188_1

Digão na guitarra e vocais, Canisso no baixo, Marquim na guitarra e Caio na bateria , essa a atual formação do Raimundos e  no horário previsto, que vale sempre destacar, já que é uma das características do SESC e muitas casas adotaram a regra de não atrasar e claro que o público aprova , pois muitos dependem de transporte público e tem compromisso depois.

A banda surge ao palco  com a intro de “Puteiro em João Pessoa”, clássico absoluto da banda e a primeira faixa do CD que começa a ser tocado direto sem a iteração com o público  que tivemos no Foo Fighters, talvez pela quantidade de música previsto no Set List e músicas que normalmente não estão no repertório  como “Minha Cunhada” , “Rapante”  e a banda com a presença de palco que sempre vemos, Digão agitando e Canisso mais na dele, na postura bem conhecida do baixista, Marquim e Caio se encaixaram muito bem na banda  e formam um time que ainda nos dará muitos sucessos.

Angra e Raimundos 098_1

O clássico “ Nega Jurema”, presença constante nos shows da banda, mas vale um comentário de quando a se toca o primeiro álbum na integra tem que ganhar um destaque. Algumas outras como a sequencia, Cajueiro/Rio das Pedras, a potente “ Be a Ba” mesclando com a música do Nordeste que a banda representou muito bem , valorizando todo nosso país, coisa que muitas bandas ícones dos anos 80 simplesmente abominaram.

Na faixa “Bicharada” e já virando tradição no SESC Belenzinho, bandas fazerem o cover de Raining Blood do Slayer, e assim como os Zumbis do Espaço, a banda Raimundos também o fez nesta faixa. Digão pergunta se gostaram do Cover do Slayer, antes de apresentar “Marujo”, e terminou a primeira parte com Cintura Fina e o hit Selim com a plateia toda fazendo com as duas mãos pra cima, simbolizando o que diz a letra da faixa raramente tocada ao vivo pela banda, finalizando todo o álbum.

Angra e Raimundos 207_1

Todo o primeiro álbum foi executado em 37 minutos, e o bis seria garantia de coisa boa,  com todos inúmeros hits que a banda possui e começou com ”Herbo”, e “Descendo”,  e ai tivemos “Esporrei na manivela” bem cantada por todos da plateia,, Digão anuncia “Importada” do novo Cd. O suposto encontro com a cantora Madona na faixa “I saw you saying”, teve a mesma coreografia  do show de abertura no Morumbi, tivemos no Sesc Belenzinho com a galera no final com os braços de um lado para o outro no final da música .

O “ Pão da minha prima” , outro clássico da banda veio antes do que foi a grande surpresa do set, o cover de Fabio Jr. “ 20 e pouco anos” agitou e muito os fãs, já que raramente executada. Eu pensava nos clássicos que faltava e parecia que tinha uma ponte com a banda pois havia pensado em “ Me Lambe” e “Reggae do Maneiro” e foi exatamente a sequencia do show, com Canisso simulando uma dança enquanto tocava o Reggae estilo hardcore que a banda gravou ficando simplesmente perfeito.

Angra e Raimundos 207_1

O final apoteótico para uma banda hardcore com “Tora tora” finalizando com “ Eu quero é ver o oco” na qual chamaram o amigo Bruno Lobo para cantar junto e este um tom de voz bem parecido com quem gravou a faixa, e como a faixa é uma boa escolha para abrir shows ou fechar qualquer apresentação dos Raimundos, pois a energia que a banda recebe do público é algo realmente impressionante.

Angra e Raimundos 307

Um showzaço, homenageando um dos melhores álbuns de Rock já gravados no Brasil,  e pela minha opinião só não estará na lista dos melhores do ano, pois já assisti vários shows da banda e a comunicação neste com a galera foi bem menor que os outros, já que a banda preferiu tocar mais músicas e claro que isso também é louvável e ficará na memória de muita gente ali presente.

Angra e Raimundos 238_1

Agradecimentos ao SESC Belenzinho, Som Livre e Raimundos pelo credenciamento.

 

1.       Puteiro em João Pessoa

2.       Palhas no coqueiro

3.       MM’s

4.       Minha cunhada

5.       Rapante

6.       Carro Forte

7.       Nega Jurema

8.       Deixei de fumar cana caiana

9.       Cajueiro/Rio das Pedras

10.   Be a Ba

11.   Bicharada

12.   Marujo

13.   Cintura Fina

14.   Selim

 

15.   Herbo

16.   Descendo

17.   Esporrei na manivela

18.   Importada

19.   I saw you saying

20.   Pâo da minha prima

21.   20 poucos anos

22.   Me Lambe / Reggae do Maneiro

23.    Tora Tora

24.   Eu quero é ver o oco

Angra e Raimundos 254_1

Angra e Raimundos 240_1

Angra e Raimundos 250_1

Banda(s) / Artista(s):

Tags: Raimundos

Comentários:

Sobre o autor:

Marcos Cesar de Almeida:
"Metaleiro das antigas" ou Tiozinho dos shows, Torcedor do Monte Azul, ouço todas as vertentes do Metal, Hard, folk, death, THrash, tendo distorção e bem feito tá valendo. Twiter : @BULLINO

já escreveu 1923 artigos para a Ilha do Metal.