MindFlow Live @Manifesto 05/12/09

Cada ano que passa as coisas vão ficando mais velhas, e cada vez que esse ano completa nós costumamos celebrar com uma grande festa, tendo completado 5 anos, o Fã-Clube “Let Your MindFlow” ganhou uma grande festa no Manifesto Rock Bar contando com as bandas Fireworks, Perc3eption, Angragonia (as duas últimas escolhidas por meio de uma votação) e é claro, o MindFlow.

Esse ano a festa contou com uma novidade, antes do show quem tinha ingresso antecipado pode entrar mais cedo no Manifesto e falar com todos da banda, tirar fotos, pegar autógrafos e tudo mais, por volta das 22hrs as portas foram abertas para todos. A primeira banda a entrar foi o Perc3ption, eles tocaram muito, as composições são boas e o grande destaque fica para os guitarristas que fazem um excelente trabalho nos solos e nas partes de “guitarras dobradas”. Em seguida veio o Fireworks tocando músicas de todas as fases da carreira do Angra, os membros da banda são grandes músicos, poderiam começar a trabalhar em músicas próprias.

Chegava à hora mais esperada da noite, a palco começou a ser arrumado e alguns minutos depois o MindFlow estava entrando no palco ao som de trovões, abriram o show com a primeira música do novo projeto 365, Thrust Into This Game seguida de Meeting Her Eyes música do primeiro disco da banda (Just the Two Of Us… Me and Them). Upload-Spirit música essa do segundo disco (Mind Over Body) deu seqüência ao show e as coisas se acalmaram um pouco com Breakthrough, uma “baladinha” do terceiro disco da banda (Destructive Device) que caiu nas graças dos fãs, não tem um que não goste dela!

A banda tocou músicas de toda sua carreira, abrangendo os quatro discos, a última música lançada pela banda foi tocada em seguida, Instinct, essa exelente composição funciona muito bem ao vivo, Logic Behind Heads or Tails, Crossing Enemy’s Line, Lethal e Inevitable Nightfall vieram em seguida, os músicos, Danilo Herbet (Vocal), Rodrigo Hidalgo (Guitarra), Ricardo Winandy (Baixo) demonstram uma presença de placo incrível enquanto Rafael Pensado destrói tudo lá atrás na bateria, outra coisa legal são as luzes que dão um show a parte.

Depois de The Ride, a mais nova “balada” do 365 e Tellevision (que é uma das divisões do primeiro álbum da banda composta de três músicas) a banda deixa o palco. Instantes depois voltam para o bis com duas músicas do terceiro disco, Destructive Device e Said and Done. Chegava a hora mais esperada do show, a música mais conhecida pelos fãs, Invisible Messages que foi cantada em alto e bom som por todos que estavam presentes, para encerrar o show tocaram Under and Alias. Ao invés de deixarem o palco rapidamente todos foram na frente, agradeceram o público presente e a todos os membros da equipe (fato esse que eu acho ótimo, muitos músicos às vezes não dão valor para aqueles que trabalham para que tudo dê certo na hora do show).

A multidão se espalhou pelo bar enquanto as coisas para a última banda eram aprontadas, o Andragonia veio com tudo tocando suas composições próprias e fechando a noite em grande estilo. O MindFlow melhora a cada show que eu vejo, a banda vem crescendo cada vez mais e é hoje um dos principais nomes da música Progressiva no Brasil.

Quem quiser ver mais fotos clique aqui.