Manifesto Rock Fest 7 (Segunda Semi-Final)

Veja agora o que aconteceu de melhor na segunda semi-final do Festival, com as bandas Antigos Astronautas, Sweet Shadow, Psy-Kick, Judas Rising, Perdidos na Dutra, Hefestus, Rock N’ Huntin’, Necropolle, Cabrera e Clock Unwise dividindo o palco do Manifesto Bar na disputa pelas últimas 5 vagas na final do dia 7 de novembro!

O dia 24 de outubro marcou a segunda, e última, semi-final do maior festival da cena underground paulista, com o melhor do rock e metal, tanto próprio quanto cover, com a participação do Cléo Mota com sua banda no encerramento da festa, e uma ótima jam entre os músicos semi-finalistas.

Abrindo a noite com muito rock n’ roll, a banda Antigos Astronautas mostrou ao bom público presente seu repertório próprio, com destaque para as músicas “Na Estrada” e “Círculo Vicioso”, além de uma versão da música “Fátima” (Capital Inicial), que convenhamos, ficou bem melhor que a original.
Clique aqui e acesse o site da banda

Segunda banda da noite, a Sweet Shadow , primeira colocada pelo voto popular em sua eliminatória, volta ao palco do Manifesto com seu Industrial autoral, novas músicas e uma apresentação melhorada, destacando-se “The Sun” e “Sweet Shadow”.
Clique aqui e acesse o Myspace da banda

Na sequência, a primeira colocada pelo juri da 5ª eliminatória, a Psy-Kick e seu Cyber/Industrial Metal mais uma vez apresentado com extrema competência. Uma das bandas que tem condições de brigar pelo título de campeã na final do dia 7 de novembro. Destaque para a música “Dance to Reality”, além de uma cover de Misfts pra encerrar.
Clique aqui para acessar o Myspace da banda

Terceira banda a se apresentar, a Judas Rising voltou a apresentar mais alguns clássicos do Judas Priest, como “Hell Bent For Leather”, “Metal Gods” e “Hell Patrol” e “Bloodstone”, em um bom show, novamente sem Painkiller (rs).

Com o atraso da banda Perdidos na Dutra, a quinta banda foi a Hefestus, com seu show recheado de covers do Helloween. Dentre as músicas tocadas, estavam a “Time of Oath”, “A Tale That Wasn’s Right” e “March of Time”, que foram muito bem recebidas pelo público que estava em frente ao palco.

Com atraso e perda de pontos importantes por conta disso, e provavelmente seguindo à risca seu próprio nome, a banda Perdidos na Dutra apresentou seu repertório cover, com músicas de bandas como Credense.

Na sequência a banda Rock N’ Huntin‘, mesclando suas músicas próprias com Megadeath e Ozzy Osbourne em seu repertório em uma apresentação impecável, destacando-se os vocais e guitarra solo.
Clique aqui para acessar o Myspace da banda

Necropolle, a oitava banda da noite, em uma apresentação bem melhor do que a feita na fase eliminatória, tocou algumas músicas do Metallica como “Seek and Destroy” entre outras.

A penúltima banda da noite foi a Cabrera, que trouxe bastante gente em frente ao palco, graças ao seu repertório com músicas do Motorhead e Metallica, em uma apresentação empolgante.
Clique aqui para acessar o Myspace da banda

Fechando a noite de competição, os vencedores da 4ª eliminatória, a banda Clock Unwise que fez uma ótima apresentação mais uma vez, mas idêntica à fase eliminatória, talvez um erro fatal neste tipo de festival.

Seguindo a tradição das fases decisivas do Festival, chegava o momento da banda convidada, do vocalista e um dos apoiadores do festival, Cléo Mota, que junto à sua banda, fizeram um pequeno show repleto de clássicos do rock nacional.

Já no final da noite, com a expectativa pelo resultado da noite, ainda havia tempo para a também tradicional jam entre os músicos semi-finalistas. Desta vez os convocados foram o vocalista da Psy-Kick, os guitarristas do Cabrera e Rock N’ Huntin, o baixista do Judas Rising, o bateirista do Hefestus, e o tecladista da Clock Unwise, que se reuniram para tocar “Satisfaction” dos Rolling Stones, que se transformou em uma versão com vocais graves, solos de guitarra e teclado, muito melhor que a original!

Depois de terminada a jam, todos atentos ao palco, onde lá estavam os 5 jurados da noite, além do Piru e os responsáveis pelo evento. Após alguns alertas, dicas e elogios por parte dos jurados às bandas, o resultado da noite: se classificaram, pelo voto misto, a banda Sweet Shadow, pelo voto popular, a banda Cabrera (37 votos) e a Hefestus (43 votos), e pelo voto do juri a banda Psy-Kick (77,5 pontos) e a Rock N’Huntin’ (89 pontos), sendo 100 o máximo de pontos possíveis.

A grande final do Manifesto Rock Fest 7 acontecerá dia 7 de novembro. Não perca a oportunidade de prestigiar grandes bandas, numa noite de domingo que promete ser memorável!

Até a próxima.

Comentários:

Sobre o autor:

Eduardo Escobar:
Paulistano, trabalha com TI e é um eterno estudante de Ciência da Computação. Vocalista nas horas vagas, foi iniciado pelo Iron Maiden há muito tempo, curte Futebol, Truco, Poker, Stoner/Sludge/Doom Metal mas não dispensa bandas de outras vertentes. Aqui na A ILHA DO METAL, é responsável pela parte administrativa do site, mas também publica conteúdo.@eduescobar Facebook

já escreveu 2090 artigos para a Ilha do Metal.