Igor Prado e Sonny Landreth @ Samsung Blues Festival – São Paulo/SP (01/06/2017)

Não existiria Heavy Metal sem o Blues, a base de tudo começou neste estilo musical originado por afro-americanos no extremo sul dos Estados Unidos em torno do fim do século XIX, e influência muitos músicos dos mais variados estilos.

O Brasil possui um dos Festivais mais interessantes do gênero e já trouxe uma infinidade de grandes nomes do Rock que tem sua base no Blues, citar ZZ Top,  Richie Sambora (Que tem uma forte influência de Steve Ray Vaughan, ou os Deuses, Page, e Iommy que nos primeiros álbuns tem o blues bem carregado, ou como não citar Gary Moore entre tantos desta rica cultura musical.

A versão 2017, do Samsung Blues Festival, teve três dias de show do Teatro Opus, e na tarde deste primeiro dia, também tivemos a Coletiva de imprensa onde participaram todas as atrações do Festival, o primeiro dia de Show tivemos os brasileiros Igor Prado Band e Sonny Landreth.

Álbum de Fotos: Click Aqui

A abertura do Festival ficou por conta da banda Igor Prado, que mesmo tendo o nome do guitarrista/vocalista é uma banda de Blues, e tem além do vocalista Yuri Prado na Bateria, Rodrigo Mantovani no Baixo, e com participação de Luciano Leães no teclado Hammond entraram mostrando de cara a força que a banda é para o Blues Brasileiro.

Igor rapidamente lembrou que mesmo sendo de São Paulo, o quanto sempre é prazeroso tocar na sua terra natal, e se fossemos sugerir para conhecer o blues nacional, através de uma banda certamente seria essa, o show deles é empolgante e esse da edição de 2017 do Samsung Blues Festival não foi diferente, botaram a casa abaixo, tanto é que uma das tampas do clássico órgão Hammond praticamente “explodiu” caindo do instrumento, sem contar o baixo acústico, aqueles grandões de tocar em pé, que deu uma sonoridade única ao som da banda, nas faixas que foi executada. logo nas primeiras músicas. Isso é show de Blues, que se transforma num show de Rock.

Todos os requisitos de um grande show a banda possui, boa música , boa presença de palco, boa comunicação com o público e não é atoa que eles foram nomeados para participar da maior premiação de Blues, e sempre excursionam pela Europa e Estados Unidos.

Até chamar uma pessoa da platéia para fazer uns acordes a banda fez, intercalando músicas próprias, ou covers nas versões da banda brasileira o show foi fenomenal e garantimos a vocês por muito pouco não consideramos esse o melhor show do Festival, Igor Prado e Banda, é um nome que mesmo por curiosidade vocês devem ouvr, grande guitarrista, grande frontman e uma banda de muita qualidade.

Chegava a hora, de Sonny Landreth , um guitarrista até desconhecido fora do meio do blues, mas que um tal de Eric Clapton disse que ele é o melhor guitarrista de gênero e sendo o atual instrumentista vencedor de melhor guitarrista no Blues Music Award.

Ele tem uma técnica apuradíssima, principalmente com slide, já ficou claro na primeira música “Z Rider“, e ainda mais tímido no começo do show,  aviso que nenhum Festival de Blues pode ficar sem uma música de Robert Johnson e assim “Walking Blues” do mestre supremo do estilo, teve a versão do inspiradíssimo Sonny Lamdreth.

Uma banda coesa, onde nesse estilo a qualidade dos músicos é fundamental para uma boa apresentação, aos poucos Sonny foi se soltando e deixando o show aquele clima que todo bluesero gosta com muito sentimento e guitarras perfeitas.

A música de blues também serve para homenagear as mulheres e esta música se refere a uma das mulheres de sua vida, disse Sonny apresentando “Brave New Girl“. A recepção da platéia não poderia ter sido melhor pois muitos acompanham o trabalho do músico .

A sensação de assistir a um show de blues comparando ele a todos os shows de rock. podemos dizer que pe a mesma, e como normalmente são em lugares sentados, talve\ por isso esse estilo seja tão marcante e mexa com a alma das pessoas, pois a cada solo, a cada pulsar do baixo, ou a cada ação da bateria, a músico como um todo te envolve profundamente e esse sentimento que se esvaziou um pouco em outros estilos.

Claro que Sonny Landreth agradeceu por seu primeiro show no Brasil, e pela recepção e ao final bem mais solto, nos brindou com três excelentes músicas que finalizaram seu show, “Blue Tarp Blues“, “USS Zidecoldsmobile” e “Baack To Bayole Teche“.

Uma apresentação de impressionar muito, e ainda era apenas o primeiro dia, e ao ver o som que deu origem a tanta musica boa, ainda possuir excelentes músicos que mantem a chama do Blues acesa, só nos anmava ainda mais para o segundo dia, mas isso é outra história e o próximo capítulo com Blues Etílicos e Malina Moye.

 

  1. Z Rider
  2. Walking Blues
  3. Cherry Ball Blues
  4. Milky Way Home
  5. The High Side
  6. Congo Square
  7. Brave New Girl
  8. Uberesso
  9. Blue Tarp Blues
  10. USS Zidecoldsmobile
  11. Baack To Bayole Teche

Este slideshow necessita de JavaScript.

A Ilha do Metal tem o Apoio Cultural de T4F – SOLID ROCK FESTIVAL

SOLID ROCK – DEEP PURPLE, LYNYRD SKYNYRD E TESLA
Cerveja Oficial: Heineken
Realização: TIME FOR FUN

CURITIBA (PR) – Pedreira Paulo Leminski

Data: Terça-feira, 12 de dezembro de 2017
Ingressos: de R$ 145 a R$ 660 (ver tabela completa)
Pela Internet: www.ticketsforfun.com.br
Retirada na bilheteria e E-ticket – taxas de conveniência e de entrega.

Pontos de venda no link: http://premier.ticketsforfun.com.br/shows/show.aspx?sh=pdv

SÃO PAULO (SP) – Allianz Park

Data: Quarta-feira, 13 de dezembro de 2017
Ingressos: De R$ 130 a R$ 580 (ver tabela completa)
Pela Internet: www.ticketsforfun.com.br
Retirada na bilheteria e E-ticket – taxas de conveniência e de entrega.

RIO DE JANEIRO (RJ) – Jeunesse Arena
Data: Sexta-feira, 15 de dezembro de 2017.
Ingressos: de R$ 125 a R$ 650 (ver tabela completa)
Pela Internet: www.ticketsforfun.com.br
Retirada na bilheteria e E-ticket – taxas de conveniência e de entrega.