Iced Earth em Curitiba show e uma entrevista descontraída

Bem… Cá estou eu pra falar sobre o Iced Earth em Curitiba que ocorreu no dia 07/02/2010 (aah…desculpem a demora – maldito carnaval)…
…mas não vou fazer uma resenha do show, e sim, em especial, do dia em que os conheci…xD

Começou lá pelas 9 da manhã quando eu e mais três amigos fomos para o Aeroporto Afonso Pena, em SJ dos Pinhais..ficamos esperando o Iced chegar..até que 11:50 a banda desembarcou.

Os primeiros a sair foram os produtores (dentre eles, Simon Efemey, produtor também do Napalm Death, Paradise Lost, Obtuary, Amorphis..e assim por diante)..em seguida, o primeiro integrante a aparecer foi Jon Schaffer, guitarrista da banda. Jon foi muito receptivo e bastante simpático. Pegamos autógrafos e tiramos fotos. Em seguida, sairam Troy Seele e Matthew Barlow. Seele fazia cara de surpresa, penso eu que ele não esperava fãs no aeroporto..xD enfim, e o Matthew não estava com uma cara muuuito simpática, era mais fechadão mesmo…mas tiraram fotos e tudo mais. Então Freddie Vidales e Brent Smedley sairam, pra completar. A banda até que queria continuar ali, conversar conosco (visto que pararam e nem se importavam muito com a correria) mas os produtores estavam apressando pois a banda tinha deveres a fazer (passar som, etc).
Ai fomos embora, com aquele gostinho de quero mais xD. Almoçamos, e fomos pra fila do show. Aparentemente não tinha muita gente na fila. Maaaas o show lotou!

A respeito do show, todos já devem ter lido que foi muito bom, que a banda tem muita presença de palco e tudo mais. E é a mais pura verdade. Tooooodos, com uma presença incrivel! A execução das músicas então..melhores ainda.

A respeito do setlist, foi o mesmo que no México, em BH e Sampa. E não, não tocaram a Watching Over Me (embora o pessoal tenha feito um coro bonito até!). Fui surpreendida com os agudos do Matt na 10.000 strong, achei que ele não daria conta…e confesso que ver o Jon cantando a Stormrider não tem preço! O som da casa (Curitiba Master Hall) distorcia muitas vezes nos agudos, mas as partes graves ficaram perfeitas (em relação aos vocais).

Terminando o show, eu e os piás fomos para o hotel Slaviero, onde o Iced ficou. Desperançosos de encontrá-los novamente pois as luzes estavam apagadas e eles já estavam em seus quartos..Jon Schaffer desceu e foi comprimentar a galera (tinha em torno de 20 fãs da banda na frente do hotel)..e a ordem foi basicamente a mesma, em relação ao aeroporto e “aparecimento” dos caras…e inacreditavelmente, ficamos conversando, até umas 3:30 da manhã..

Em uma das mil conversas, as quais não me recordo 100%, Jon Schaffer disse ter adorado fazer essa turnê aqui no Brasil, e que espera em poucos anos reaparecer aqui. E com a Watching Over Me, desta vez! Aliás, disse que é muito difícil escolher um setlist e por este motivo não tocaram muitas músicas que o público queria que tocassem.

A respeito do Demons & Wizards, Jon disse que quer fazer um álbum novo, mas desta vez, cara a cara com o Hansi, já que da última vez poucas músicas foram feitas assim. E (curiosamente falando), ele disse que estava ouvindo estes dias o primeiro álbum do Demons (Demons&Wizards,1999), e que por fazer muito tempo, havia muitos riffs que ele nem se lembrava de ter feito mas que gostou muito (hahaha). Falando de Demons ainda, ele disse que quer fazer uma turnê com o Demons SIM, e aqui no Brasil. Porém, disse que é complicado (tanto turnê quanto um cd) pra ele e o Hansi acharem tempos iguais. Mas quando tiverem oportunidade, farão com certeza! ;)

A despedida foi a parte mais difícil, creio eu..mas, eles com certeza voltam! Aliás, eu os encontrei no outro dia, pouco antes de irem viajar, para me despedir..e dessa vez, falei com o Matt, que na noite anterior não tinha saído do hotel (ele é menos social que os outros). Super gente boa, só pra constar. E ele faz cara de bunda nas fotos propositalmente! Porque ele normalmente não é (tanto) assim..uauhaha..

E devo confessar: Eu esperava menos deles! Foi tudo tão bom que parece até inacreditável!! Valeu a pena. MESMO. \o

Algumas Curiosidades:

*Jon Schaffer e Simon Efemey adoraaaaram caipirinha, mas o Vidales prefere mais uma cerveja hauhaha (não curte muito destilados)
*No braço direito do Jon há uma tatuagem que inclui parte da capa do Alive in Athens, e foi o mesmo desenhista que fez os dois (o álbum e a tatuagem)
*No braço esquerdo do Jon há tatuagem dos presidentes Thomas Jefferson e George Washington dos EUA, que o Jon julga serem os únicos presidentes que sabiam de fato os problemas que existem lá nos States.. e dentro de algumas semanas, Jon pretende fazer o rosto de Benjamin Franklin pra completar ;) (lembra-se de 1776? Tem tudo haver..)
*Matthew Barlow disse que colégios que seguem religiões são mais “eficazes”, que os alunos são mais bem educados
*Jon Schaffer adorou a comida mexicana e disse que gosta de pimenta (hahaha)
*Todos adoraram churrasco!
*Joseph Sapp (técnico de som do Iced Earth) foi também técnico do Bon Jovi
*Simon Efemey adora futebol mas desaprova a idéia de uma pessoa ser de um lugar e torcer para o time de outro lugar.
E pra concluir e provar que este dia realmente aconteceu, a seguir vão algumas fotos e um vídeo do Jon Schaffer recomendando a Ilha do Metal! ;)

Show Iced Earth em Curitiba (Dia 07/02/10)
Jon Schaffer (Guitarrista)
Matthew Barlow (Vocal)
Brent Smedley (Baterista)
Troy Seele (Guitarrista)
Freddie Vidales (Baixista)


E por fim, o vídeo do Jon Schaffer recomendando a Ilha do Metal ;)