Doro Pesch @ Carioca Club – São Paulo/SP

Domingo de Pascoa, transito medonho nas estradas e Show da Rainha do Metal Doro Pesch em São Paulo, com tarde de autografos, não realizada em função dos atrasos da malha aerea Brasileira, que fez com que 300 pessoas  que chegaram mais cedo,  inclusive eu, lotassem o Shopping próximo ao Carioca Club até a hora do Show. Era hilário ver rockeiros e patricinhas na praça de alimentação.

Depois de mais de 1 hora e meia de atraso,  o show estava marcado para as 20:00 hrs, fez o publico assistir no telão a semi-final do Campeonato Paulista e mais boa parte das mesas redondas posteriores aos jogos de futebol, quando às 21:30 hrs, aproximadamente, surgem sobre o palco Luca Princiotta (guitarra e teclados),  Nick Douglas (baixo), Bas Maas (guitarra) e Johnny Dee (bateria) para começarem a intro, em seguida Doro adentra ao palco já com o publico ganho, sendo ovacionada pelo bom número de presentes na casa.

Doro sempre foi querida por todos, principalmente pela beleza e simpatia que ja é caracteristica de seus show, se mais uma vez suas virtudes ficaram claras num show empolgante, sem erro algum, como reclamar de um show que começa com “Earthshaker Rock“, e no meio tem “Rule the Ruins“, “Hellbound“, “True as Steel“, “Night of Warlock“, um cover de “Egypt” (Dio), maravilhoso, “Burning the Witches“, “Für Immer“, “Wacken Hymne“, “True as Steel“, etc… terminando com “Breaking The Law“, “All We Are” , isso só na primeira parte.

No bis foram tocadas “Love in Black“, “You’re My Family“, “Fight for Rock“, e com isso pensei: agora acabou; mas Doro ainda chamou à todos para agitarem com “Metal Tango“, a Rainha tocou todos seus hinos, sem exceção,  deixando os tiozinho da década de 80 como eu, totalmente sem palavras, e ainda volta para um segundo bis com “Unholy love”  terminando com chave de ouro.

Só posso dizer DORO é DORO….. e por favor Volte logo Doro!!!!

Comentários:

Sobre o autor:

Marcos Cesar de Almeida:
"Metaleiro das antigas" ou Tiozinho dos shows, Torcedor do Monte Azul, ouço todas as vertentes do Metal, Hard, folk, death, THrash, tendo distorção e bem feito tá valendo. Twiter : @BULLINO

já escreveu 2001 artigos para a Ilha do Metal.