Cruachan @ Blackmore Rock Bar – São Paulo/SP

Keith Fay (vocal, guitarra, teclado, bodhrán, mandolin, percussão), John Clohessy (baixo), Colin Purcell (bateria, percussão), John Ryan Will (tin whistle, violino, banjo, bouzouki, teclado) e John O’ Fathaigh (tin whistle) são conhecidos como os criadores do gênero Folk Metal, tão em alta ultimamente entre o público brasileiro headbanger, então nada mais justo do que juntar criadores e fãs em um espetáculo incrível!

Resenha: Edu Escobar
Fotos: Bruno Bergamini (Muito mais fotos AQUI)

Antes do show principal, a abertura ficou por conta da banda Lóchrann, de Campinas, que mostrou uma junção músical excelente, em um Folk Metal cativante e muito bem executado, e que acima de tudo, lotou o palco de integrantes! (rs)

A apresentação do Cruachan mal começa e os fãs presentes já são arremessados para a atmosfera caótica da ótima música “The Horned God”, um folk metal ríspido, porém quase dançante em muitas partes.

Sem pausar, a banda emenda a instrumental “Maeve’s March”, que mesmo sem letra, foi acompanhada por diversos “Oh oh ohs”. O set seguiu com a rápida “Pagan Hate”.

Juliana Rossi, convidada pela banda para fazer os vocais femininos em algumas músicas do set teve sua primeira aparição em “Bloody Sunday”, e foi muito bem, agitando o público e demonstrando sua bela voz. Na sequência a banda emendou a instrumental “Brian Boru” antes de mais uma participação de Juliana, desta vez na “The Great Hunger”, música mais carregada, de compasso lento, beirando o Doom Metal.

A banda continuou a bela apresentação com a “The Kingdom Gone”, que tem o violino bastante destacado. Logo depois a “Ossians Return”, novamente com Juliana no palco. O show seguiu com a música “Primeval Odium”.

Um dos pontos altos do show aconteceu graças à “Some Say The Devil is Dead”, uma loucura só! Mesmo o público razoável foi capaz de fazer uma grande festa ao som de Cruachan!

Penúltima aparição de Juliana no palco, desta vez na música “Pagan Hate”, em um dueto devastador com Keith Fay, o verdadeiro peso do Death com o toque refinado do Folk.

Pra encerrar, “The Morrigans Call” e “I am Warrior”, mais um ponto alto da apresentação destes, que são os precursores do Folk Metal! Como diria meu amigo Bullino, simplismente sensacional! E assim a banda saiu de cena.

Não demorou muito para voltarem, e mais uma vez com Juliana Rossi, cantando a última música da noite, “Ride On”. Particularmente estava curioso para saber como essa música funcionaria com Juliana nos vocais… ficou incrível!!! Ride On é aquele tipo de música que fica na cabeça após o show

Privilegiados foram aqueles que estiveram no Blackmore naquele dia 12 de Outubro para vivenciar a essência do Folk Metal!

Set List:
01 – The Horned God
02 – Maeves March
03 – Pagan Hate
04 – Bloody Sunday/Brian Boru
05 – The Great Hunger
06 – Thy Kingdom Gone
07 – Ossians Return
08 – Primeval Odium
09 – Some Say The Devil is Dead
10 – Pagan Hate
11 – The Morrigans Call – I am Warrior
12 – Ride On

Agradecimentos ao Costábile da The Ultimate Music e à produtora Dark Dimensions.

Tags: blackmore, cruachan, Folk Metal

Comentários:

Sobre o autor:

Eduardo Escobar:
Paulistano, trabalha com TI e é um eterno estudante de Ciência da Computação. Vocalista nas horas vagas, foi iniciado pelo Iron Maiden há muito tempo, curte Futebol, Truco, Poker, Stoner/Sludge/Doom Metal mas não dispensa bandas de outras vertentes. Aqui na A ILHA DO METAL, é responsável pela parte administrativa do site, mas também publica conteúdo.@eduescobar Facebook

já escreveu 2090 artigos para a Ilha do Metal.