Blues and Soul Sessions @ Teatro Sesc Santo Amaro – São Paulo / SP (06/07/2012)

Publicado em:

No mês do Rock, O Sesc Santo Amaro  teve 3 noites especiais onde o destaque foi o estilo que deu origem ao Rock, ou seja,o bom e velho Blues,  hoje um pouco fora da mídia, porém sempre com shows lotados, e como sempre de uma qualidade técnica muito acima do usual, e a agenda de Blues foi dois shows do projeto Blues & Soul Sessions nos dias 5 e 6 de julho e Celso Blues Boy no dia 7.

O projeto Blues & Souls Sessions formado por Igor Prado na guitarra, Yuri Prado na bateria, Rodrigo Mantovani no Baixo, Flavio Naves nos teclados, Denilson martins no Saxofone e Sidmar Vieira no Trompete, mostra clássicos do Blues and Soul das décadas anteriores mostrando uma roupagem atual de grandes músicas que maracaram o estilo, sendo a Igor Prado Band é hoje, o músico brasileiro mais conhecido no estilo com inúmeras turnês internacionais de sucesso pela Europa e E.U.A. Pontualmente como de costume em qualquer apresentação no SESC, sobem ao palco e apresentam um blues de introdução do show que me fez lembrar a trilha Sonora do Seriado Batman dos anos 60, e já poderia ver como destaque o guitarrista Igor Prado que a bordo de seu terno bege, mostrou feeling, técnica e qualidade muito acima da média e que o blues sempre nos proporciona.

O primeiro convidado da noite foi  Donny Nichilo, pianista que já tocou com lendas vivas, como o guitarrista Carlos Santana, o Rolling Stone Ron Wood e o saudoso Stevie Ray Vaughan, e já empolgaram o quase lotado Teatro do SESC Santo Amaro, é super difícil ver pianistas que tocam piano desta maneira digamos” agressiva a la Jerry Lee Lewis “mostrando que o Rock pode ter sua “rebeldia” nos mais variados instrumentos e aqui tivemos um excelente exemplo disto.

O próximo convidado que seria asurpresa da noite, seria o cantor J.J. Jackson, cantor americano radicado no Brasil há quase 30 anos, que se iniciou na música no baixo tocando ao lado do vizinho e amigo Jimi Hendrix na banda Rocking Teens, e no exato momento que o cantor começou a interpretar a primeira música como não o conhecia, já me destacou a qualidade vocal, energia e presença de palco, “o homem canta muito!!!!!”se é que me permitem dizer assim,  com uma ma voz forte característica dos grandes blueseiros de todos os tempos, mostrou toda sua versatilidade, interpretando músicas como “My girl”, “Stand by me”, “Baby what you want me to do”, Igor e JJ jackson lembraram do momento que se conheceram e que em 2013 fará 10 anos que tocam juntos, e certamente farão algum show especial para celebrar a data, outro destaque foi quando J.J. Jackson ao visualizar um menino de uns 10 anos que estava na primeira fila, que ao pedir que o menino o cumprimentasse e não obteve sucesso, sem hesitar o astro do blues desce do palco e o cumprimenta fazendo o ainda tímido menino o cumprimentar fazendo esse um momento impar no show e de como grandes astros respeitam a platéia que tem nas mãos.

Outro momento mágico foi quando JJ Jackson diz que cantaria uma música na capela em português, pois agora ele sabia o significado da letra e faz uma versão excelente de “Todo Azul do Mar” de Tim Maia, e não poderíamos deixar de fora de mencionar a versão matadora de “I fell good” do Imortal James Brown.

A última convidada da noite a cantora Tia Caroll, onde é sempre comparada a astos como Tina Turner e Aretha Franklin, mostrou todo seu potencial na primeira faixa ao som “Take me River” mostrando o porque é uma das grandes vocalistas do gênero levando toda a galera a cantar e dançar suas amigas e falando de como era bom estar com todos novamente no Brasil.

Se o Blues sempre nos pede um copo de whisky ao lado, lembro agora elaborando essa resenha que já na segunda música eu procurava meu copo do bom e velho Scotch pois a qualidade técnica da banda impressiona, e digo, se todos tiverem a oportunidade de assistir o show não o percam, músicos virtuozíssimos, com uma exlente postura de palco que faz um show excelente, sem radicalismo de ter instrumentos de sopro ou se prender a um estilo, uma aula de música de quando bem sem modismo gera nos tras uma sensação de divertimento com quero mais..

Uma seleção de músicos excepcionais que só poderiam ter feito um show fantástico.

 

Veja fotos do Show em nosso Facebook

Agradecimento ao SESC Santo Amaro e a Juci Fernandes pelo credenciamento