Tantara – Based on Evil

Tantara – Based on Evil

Ano de lançamento:

2012

Gravadora:

Indie Records

Review:

A onda das bandas de Thrash Metal com sonoridades voltadas para aquilo que existia nos anos 80 (em especial entre os anos de 1984 e 1987, quando o estilo estava em seu auge), mas o grande problema é soprar vida e dar sua própria face ao que se faz, e na maioria das vezes, as bandas que optam por tal caminho acabam caindo nos pontos comuns, mesmo quando elas têm técnica musical e categoria de sobra. O norueguês TANTARA, que chega com seu Debut CD, ‘Based on Evil’, mostra um enorme potencial, mas que devido aos clichês que permeiam o disco, seu trabalho acaba ficando bastante comprometido.

Usando de um Thrash Metal mais melodioso, mas rápido e intenso, em uma linha bem TESTAMENT-METALLICA, com alguns toques de ANTHRAX, solos de guitarra à lá IRON MAIDEN, com boa técnica e energia, a banda teria tudo para dar certo.

Produzido pelo Godfather no tocante à produção sonora do Thrash Metal, Flemming Rasmussen (que já trabalhou com METALLICA e MORBID ANGEL, para citar apenas dois), nos lendários ARK Recording Studios e Sweet Silence Mix Suite em Copenhagen, na Dinamarca, a sonoridade do disco é de uma limpeza e intensidade enormes, em um nível bastante alto. A produção visual ficou muito bonita e bem feita.

Ou seja, tudo que a banda necessitava de suporte, ela teve, mas ao pôr o disco para tocar, a impressão que temos é que o TANTARA não passa de um ‘wannabe’ METALLICA em vários aspectos, porque a repetição de clichês chega a ser exaustiva, e os músicos são ótimos e possuem talento acima da média, isso fica claro, mas o som da banda fica preso ao passado.

Óbvio que existem alguns momentos bem legais e interessantes, mas no geral, a banda se preocupa em soar como as bandas dos anos 80, e assim, o produto soa forçado e nada espontâneo, embora haja força e empolgação em canções como ‘Mass Murder’, ‘Negligible Souls’ (se James Hetfield ou Mille Petrozza ouvissem isso…), ‘Trapped in Bodies’ e ‘Killing of Mother Earth’, todas bastante ferozes e dignas de bater pescoços, mas os clichês acabam afogando a banda. E isso sem mencionar que todas as músicas ultrapassam os 5 minutos de duração, tornando-as faixas cansativas justamente porque a sensação ‘eu já ouvi isso antes’ é presente o tempo inteiro.

Que a sorte esteja com eles mais adiante, porque talento eles possuem, pois ‘Based on Evil’ é uma boa intenção, mas que não passa disso…

Tracklist:

01. Based on Evil
02. Mass Murder
03. Negligible Souls
04. The Debate
05. Human Mutation
06. Trapped in Bodies
07. Prejudice of Violence
08. Killing of Mother Earth

Formação:
Fredrik Bjerkø – Guitarra base e vocais
Per Semb – Guitarra solo e backing vocals
Stian Sannerud – Bateria
Max Warnby – Baixo

Contatos:
www.facebook.com/TantaraThrash
http://www.myspace.com/tantaraband