Punk Rock no SESC Santo Amaro: a banda “Inocentes” se apresenta nos dias 01 e 02 de junho

A banda Inocentes completou 30 anos de existência em 2011, e para comemorar esse marco  a gravadora Warner recolocou em catálogo toda a discografia da banda produzida no formato de CD. Os álbuns são Pânico em SP, de 1986, Adeus Carne, de 1987 e Inocentes, de 1989.

Pânico em SP ganhou uma edição comemorativa. Lançado originalmente em 1986 no formato de mini-LP com seis músicas, produzido por Branco Mello, dos Titãs, e Pena Schmidt, foi o primeiro disco de uma banda punk brasileira lançado por uma gravadora multinacional. A nova edição conta com seis músicas a mais, quatro inéditas e duas regravações, produzidas e gravadas pela formação atual da banda em 2011. Durante as gravações, a dupla de diretores Carol Thomé e Duca Mendes iniciou a produção de um documentário sobre os 30 anos da banda, já finalizado e intitulado Inocentes 30 Anos. O curta estreou no Indie Festival em Belo Horizonte e São Paulo, e agora percorre festivais pelo Brasil e Europa.

O pontapé inicial das comemorações foi em julho de 2011, em um show antológico no SESC Pompéia, com a participação de vários convidados, amigos e ex-integrantes. Depois disso a banda caiu na estrada, como vem fazendo desde 1981, quando surgiu no seio do movimento punk paulistano e se destacou por seu ativismo, letras e músicas contundentes e shows cheios de energia. Com a mesma formação desde 1995 (Anselmo Monstro no baixo, Clemente na guitarra e voz, Nonô na bateria e Ronaldo Passos na guitarra), os “Inocentes” vem percorrendo os principais festivais do país.

As músicas inéditas da edição comemorativa do Pânico em SP e as recentes performances ao vivo da banda vêm sacramentar a relevância dos Inocentes no palco do SESC Santo Amaro.

Depois do Festival “O Fim do Mundo, Enfim” o punk mostra que tem muito espaço em São Paulo

Comentários:

Sobre o autor:

Marcos Cesar de Almeida:
"Metaleiro das antigas" ou Tiozinho dos shows, Torcedor do Monte Azul, ouço todas as vertentes do Metal, Hard, folk, death, THrash, tendo distorção e bem feito tá valendo. Twiter : @BULLINO

já escreveu 1925 artigos para a Ilha do Metal.