Metal Open Air: canceladas apresentações do Venom e do Hangar

O Venom e o Hangar publicaram hoje notas afirmando que que tocarão mais no Metal Open Air.

O Venom teve um problema com os vistos, de acordo com a banda os vistos deles foram enviados para a África o que resultou no cancelamento de 3 shows na América do Sul.

“Metal Open Air Brazil” In Sao Luiz on 22 April 2012

“El Teleferico Ecuador” In Quito on 26 April 2012

“The Metal Fest Chile” In Santiago on 28 April 2012

Fonte: http://www.venomslegions.com/news/2012/12-news.htm

O Hangar também não se apresentará mais no MOA, veja nota publicada pelo Aquile em seu perfil no Facebook

“News: Hangar não participará do Metal Open Air por falta de pagamento.

Agora é oficial: não vamos mais participar do Festival Metal Open Air. Recebemos a confirmação da nossa participação na metade de dezembro e até agora não recebemos nem mesmo o contrato. Toda a negociação tinha ficado só no boca a boca, mas fomos muito claros que precisávamos de todo o cachê antes da nossa apresentação, pois precisávamos custear a nossa viagem até São Luís no nosso ônibus próprio. Não aceitávamos em condição alguma tocar sem o nosso backline. Até o momento, só recebemos 25% de nosso cachê e para cobrir todas as despesas de ida e volta (combustível, hospedagem e alimentação para banda e equipe), precisávamos de no mínimo 75%. Além disso, já tínhamos comprado (por nossa conta) a passagem do André, que nos encontraria diretamente em São Luís.

Hoje pela manhã a produção do evento ofereceu mais 35% do nosso cachê e, por conta disso, temos que lamentavelmente, declinar nossa apresentação no festival. Vamos ter que nos manter na estrada até o dia 25/04, quando temos um workshop em Goiânia, ou seja, vamos ter mais gastos. Mas não vamos cancelar essa apresentação, pois respeitamos os nossos fãs e eles não têm absolutamente nada a ver com a irresponsabilidade de certos produtores, que querem brincar de empresários de metal. Tenho certeza que nenhuma banda internacional vai pisar em São Luís sem seu cachê 100% pago. Por isso, nos sentimos no nosso direito.

Como baterista, sou respeitado no mundo todo e não vou aceitar em hipótese alguma, esse desrespeito comigo e com o Hangar em nosso próprio país. Por que sempre os artistas nacionais que devem passar por isso?
Lamentamos muito!”

Recentemente o Shadowside também cancelou sua participação no festival, VEJA AQUI.