Festival Rock Feminino anuncia programação completa deste sábado

Esta notícia é antiga e foi publicada à 6 anos atrás.

Você pode encontrar novas notícias através do arquivo de notícias da Ilha do Metal

Girlschool
Este ano evento virá ainda mais cultural e novamente terá transmissão ao vivo pela internet
Produção espera que mais de cinco mil pessoas confiram os shows de Girlschool, Mallu Magalhães e CW7

A organização do Rock Feminino, considerado um dos mais importantes festivais do circuito da música independente do País, anuncia oficialmente a programação do principal dia do evento, que acontece neste sábado, dia 19, a partir das 12h, na antiga Estação Ferroviária, em Rio Claro. As bandas Girlschool, Mallu Magalhães, CW7 e Othera serão as atrações principais.

Pessoas de outras localidades que quiserem acompanhar o evento novamente terão o privilégio de conferir tudo pela internet através do site www.redecidadelivre.com ou através do canal 99 analógico e 10 digital da NET. A novidade deste ano é que a Rede Cidade Livre transmitirá os shows dos dois palcos do festival.

O grande dia contará com 15 atrações, somando mais de 10 horas de muito rock ‘n roll, divididos nos palcos “Luz del Fuego” e “Pagu”. A apresentação do festival será do músico Clemente (Inocentes e canal Showlivre!). Dentre as bandas do dia estão as rio-clarenses Underbombs, Sinestesia, Voltare e Bloodberry; as selecionadas Tipo Uísque, Oye, Festenkois, Hai Kai, Mellinne, Lasivia e Anoxika; além das convidadas Girlschool, Mallu Magalhães, CW7 e Othera.

Com uma estrutura aprimorada o evento terá outras atrações também como Campeonato de Guitar Hero, Bluetooth Zone, apresentação de dança tribal e praça de alimentação. Todo o setor de alimentação ficará a cargo de entidades assistenciais, sendo que toda a verba será revertida para a filantropia.

A entrada para o dia 19 também segue a linha da ação social, sendo que a portaria é um litro de leite longa vida que será revertido ao Fundo Social de Solidariedade de Rio Claro e Rede de Combate ao Câncer. A produção do evento estima que mais de cinco mil pessoas confiram o dia principal do festival. O Rock Feminino sempre contou com uma expressiva média de público reunindo sempre entre três e quatro mil pessoas.

A programação geral do evento engloba cerca de um mês de atividades com palestras, workshops, mostra de cinema, de teatro, artes visuais, concurso literário e apresentação de banda sinfônica. Com atividades diferenciadas, o festival traz para o interior uma proposta única de capacitação do meio musical, incentivo das linhas culturais e valorização da figura feminina na sociedade.

O Festival Rock Feminino é uma realização da Rock Feminino Produções, da Rede Cidade Livre e Grupo Auê de Cultura e Artes, com apoio da Prefeitura Municipal de Rio Claro. O Festival é um projeto realizado com o apoio do Governo de São Paulo, Secretaria de Estado da Cultura – Programa de Ação Cultural – 2010.

Confira abaixo a programação completa do Festival Rock Feminino*:
Palco Luz Del Fuego:
13h – Sinestesia
14h – Underbombs
15h – Hai Kai
16h10 – Festenkois
17h20 –Othera
18h35 – Mallu Magalhães
19h55 – CW7
21h15 – Girlschool

Palco Pagu:
13h30 – Voltare
14h30 – Bloodberry
15h35 – Lasívia
16h45 – Melinne
18h – Oye
19h20 – Anoxika
20h40 – Tipo Uísque
*Os horários estão sujeitos a alterações

O FESTIVAL

Cartaz

O Rock Feminino é uma iniciativa para divulgar a arte feminina, ajudar instituições de caridade e demonstrar a necessidade de políticas igualitárias entre homens e mulheres, o evento também integra o Festival Integrado Grito Rock, sendo realizado simultaneamente em toda a América Latina, o Grito Rock Feminino acontece no dia 26 de março. O encerramento do Rock Feminino acontece na cidade de Araraquara, com o show de sete bandas no Teatro Wallace.

O Festival Rock Feminino é uma realização da Rock Feminino Produções, da Rede Cidade Livre e Grupo Auê de Cultura e Artes, com apoio da Prefeitura Municipal de Rio Claro. O Festival é um projeto realizado com o apoio do Governo de São Paulo, Secretaria de Estado da Cultura – Programa de Ação Cultural – 2010.
Toda as informações do evento estão disponíveis em www.rockfeminino.org.

Rio Claro é a capital do Rock Feminino
Oficialmente, o Dia Municipal do Rock Feminino foi instituído como o terceiro final de semana de março, com aprovação unânime na Câmara. A partir de 2010, Rio Claro é a primeira cidade do país a ter um dia exclusivo para o rock de meninas.

Desde 2003, o evento vem duplicando seu público chegando em 2010 a atrair quatro mil pessoas e arrecadar mais de dois mil litros de leite para o Fundo Social de Solidariedade e Rede do Câncer. Outro número marcante do festival são as inscrições que, de quatro para a primeira edição, atingiram a marca de 400 para a edição 2011, dentre elas bandas de todo Brasil e América Latina.

Outras edições:
Ao longo de sua história o Festival vem acumulando prêmios e reconhecimento na mídia. Em 2007 foi considerado o segundo melhor festival de música independente do país e sexto melhor website pelo Prêmio Dynamite de Música (antigo Prêmio Claro e Prêmio Toddy); também recebeu o prêmio de melhor produção pelo 3º e 4º Prêmio GRC Music. Além de ótimas resenhas em revistas e jornais especializados como a Rock Brigade, Rock Hard, Revista Ocas, jornal O Estado de São Paulo e Jornal da Tarde.

Com uma estrutura de dois palcos, banheiros, segurança, praça de alimentação, estandes de produtos, sorteios de brindes, além de Bluetooth Zone, o Rock Feminino de novo será inteiramente transmitido ao vivo por TV a cabo e internet, através da Rede Cidade Livre. Na última edição, foi registrada a marca de três mil acessos somente via web.

Grandes bandas também passaram pelos palcos do evento: Leela, Shadowside, Ravenland, She Devils (Argentina), Fake Number, Hats e muitas outras que através da apresentação no festival tem obtido visibilidade nacional.

Serviços e atendimento no local:
Cabines sanitárias
Ambulatório
Seguranças
Sala de imprensa

Mais informações serão divulgadas no
Site oficial: http://www.rockfeminino.org
Twitter oficial: http://www.twitter.com/rockfeminino
Notícia enviada por http://theultimatepress.blogspot.com

Mapa do Festival