Children of Bodom: Nome do novo disco divulgado

Esta notícia é antiga e foi publicada à 7 anos atrás.

Você pode encontrar novas notícias através do arquivo de notícias da Ilha do Metal

“Relentless Reckless Forever”, esse será o mais novo trabalho dos filandeses do Children of Bodom. O sétimo disco de estúdio da banda está sendo produzido por Matt Hyde (Slayer, Monster Magnet) e será lançado pela Universal Music, em 08 de março de 2011.

Nós trabalhamos duro nesse novo cd, pelo menos para mim, compensou ficar sem dormir ou descansar por seis semanas.” Comentou o frontman Alexy Laiho. “Estávamos determinados a fazer o melhor disco do COB, por isso nos colocamos a disposição para fazer o que fosse preciso. Claro que com o Matt Hyde chutando as nossas bundas, fez com que o resultado ficasse ainda melhor. Estamos ansiosos para lançar esse disco.

“Relentless Reckless Forever” intimida e sintetiza tudo que o Children of Bodom mostrou e ganhou ao longo de sua carreira de sucessos. COB é o único a unir melodias tenebrosas, uma sensibilidade rítmica, uma interação guitarras-teclado e os solos monstruosos e colocá-los em um único disco. O novo trabalho tem tudo para dar uma alavancada ainda maior na carreira deles.

Em 6 de outubro, a banda gravou o vídeo para a música “Was it wortth it?” sob direção de Dale Resteghini (Mudvayne, Hatebreed, Anthrax, Shadows Fall). O clip conta ainda com a participação de grandes nomes do skate: Chris Cole (duas vezes medalhista de ouro do X Games e duas vezes eleito skatista do ano), Jamie Thomas and Tom Asta (número um na categoria amador atualmente).

O single ‘Was it worth it?‘ é uma música estilo festa, não é o som típico do Bodom, mas é um dos meus favoritos e pesado como o inferno.” Comentou Laiho.

Ainda de acordo com Laiho, as sessões de gravações para o novo álbum renderam nove novas músicas e um cover. Sobre o cover Alexy disse que será algo divertido, que ninguém teria intenção de fazê-lo, principalmente uma banda de metal. Outras canções que devem aparecer no álbum, são: “Pussyfoot Miss Suicide” e “Ugly“. A primeira fala sobre o envolvimento de Laiho com garotas que se diziam depressivas e ameaçavam se cortarem com raladores de queijo. E “Ugly” é apenas ventilação e gritaria de coisas inúteis, “ninguém deve esperar qualquer coisa profunda e poética,  sensível e inteligente.” Palavras de Alexy Laiho.

Fonte: Blabbermouth.net